terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Natal:

sentimento que,
enchendo o abismo do universo,
cabe com seu esplendor,
No olhar de uma criança,
no cálice de uma flor,
Esse Jesus imortal, único, bom e clemente,
de quem sou o mais humilde crente.
Mártir que fez com seu olhar sublime,
o luar do perdão para a noite do crime,
abriu com a luz da bem-aventurança,
Jesus...
Deus menino que está,
Como um farol da glória,
No cume da montanha escavada da história,
contemplando o infinito,
iluminando a terra.
Essa luz que a flor da alma humana encerra,
É de quem sofre,
é de quem geme,
é de quem chora,
É de todos que vão pela existência afora,
Tristes (santo, herói, escravo ou proscrito),
os pés calcando o lodo...
os olhos voltados para o infinito.
O Natal está nos olhos das crianças,
em suas mãozinhas delicadas,
que revelam sempre novas surpresas.
O Natal está em suas faces alegres e
em tudo o que dizem.
"Senhor, que neste Natal, seja um Ágape, uma verdadeira canção de amor.
Leia o Ágape, e presenteie alguém com verdadeiro amor (Ágape), e tenha certeza que este amor incondicional
irá iluminar o seu Natal.
Um forte Ágape!!!
Feliz Natal!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário